Avançar para o conteúdo
Ciclo de Concertos para Salas Vazias#16 | Maria Komarova | Pedro Gomes

Ciclo de Concertos para Salas Vazias#16 | Maria Komarova | Pedro Gomes

Ciclo de Concertos para Salas Vazias, recupera uma tradição da Nariz Entupido – o concerto de ano novo. Alguns, resultaram em edições como ‘Folclore Impressionista | Jejuno’ [NE 002] em cassete e na apresentação de objectos particulares como ‘Expressões Minimalistas, um concerto inspirado em Tony Conrad’ NE [NE 005], editado em VHS.

No ano que agora começa é nossa intenção aprofundar o conhecimento sobre o trabalho de músicos dos quais temos particular admiração, como são, sem sombra de dúvida, Maria Komarova e Pedro Gomes.

Não fosse motivo suficiente, a delicadeza dos objectos DIY de Komarova conjuntamente com a forma pessoal de como Gomes toca guitarra, constituem vinculação maior com o que a Nariz Entupido acredita – uma carga autoral forte, a continuação da exploração de um caminho com as suas derivas inevitáveis, que reforçam a ideia de um concerto como momento único. Ter sobre a apresentação da música ao vivo a construção de momentos charneira. Longe, e quão longe queremos estar, de práticas mercantilistas e de entretenimento, mesmo que sonoramente nos sejam próximas.

MARIA KOMAROVA | Artista interdisciplinar cuja prática se situa nas fronteiras das artes performativas, da cenografia, da arte sonora e da instalação. Ela está interessada em criar ambientes espaciais que promovam um sentido de curiosidade e atenção à vida quotidiana.

Ao encenar e reaproveitar tecnicamente objetos banais, os trabalhos de Komarova enfatizam o potencial sonoro e visual do mundo não humano. Trabalhando com o som como meio performativo, desenvolve continuamente objetos eletroacústicos DIY e deixa-os habitar temporariamente os locais de performance e instalação.

Durante os últimos anos, o seu trabalho tem sido apresentado internacionalmente em festivais e locais como Oscillation, Archipel, Rewire, Reveil, Sonic Acts, Lisboa Soa, STUK (como parte de Beyond Music: #5) entre outros.

http://mariakomarova.org/

PEDRO GOMES | De costas. A disposição do autor como aproximação a entendimentos claros. Sem esquemas, nem subterfúgios. A guitarra como extensão corpórea. A eliminação de demarcações entre músico e público. O mesmo plano. Enfiamento visual e sonoro. Sem artifícios. O que ouve e vê, ouvimos e vemos.

Enumerar os diferentes projectos em que se encontrou e está envolvido, seria fastidioso, tal o número e extensão dos mesmos. Não o fazer será covardia e pena a que jamais nos sujeitaremos. As colaborações e amizade que o une a Sei Miguel – Sei Miguel Unit Core e O Carro de Fogo de Sei Miguel. Mentor de Caveira e os inevitáveis momentos de êxtase comum. Mestre Desconhecido, na construção de uma ideia que a todos nos amarra – a de curadoria aberta. Uma selecção de convidados sempre cuidada e nunca gratuita. Como crítico e, como tal, devedores, de horas de leituras atentas dos seus textos. Promotor de concertos, primeiramente na ZDB, na Filho único e mais recentemente, em nome próprio, no Titanic sur Mer e em festivais como o Colina [Setúbal] e Mupa [Beja]. Mentor e curador de exposição com nome certeiro – ‘O Novo Ofício’ [CCB . 2012]. Imaterialidades várias de significado maior, como ser inspiração assumida para uma nova geração de músicos.

Por aqui nos ficaríamos, não nos tivéssemos lembrado da frase de Morton Feldman e arriscado adaptação – ‘O Pedro tem o direito de tocar a música que toca’. Nós, a obrigação de a escutar. No anonimato – condição nossa.

Ciclo de Concertos para Salas Vazias#16 | Maria Komarova | Pedro Gomes

Date

06 Jan 2024
Desde

Time

21:00

Localização

Smup Parede
Rua Marquês de Pombal 319 - Parede
Translate »