Avançar para o conteúdo
Telectu - Electrónica à Mesa

Telectu – Electrónica à Mesa

Telectu

Concert – Electrónica à Mesa | 15.02 (TUE) | 10:30 PM  

Vícios à Mesa Lisboa

Entrada livre mediante consumo

O encontro entre Ilda Teresa castro e Vítor Rua (Telectu) é uma viagem idiomática, painel de linguagens entre os tutti; a variação e a multiplicidade idioletal torna insusceptível qualquer classificação estilística e tipológica unívoca, pois é uma montagem heterofónica; é um fluxo descontínuo e desconstrutivo, com diferenciadas frentes idioletais e idiomáticas.

O idioleto, ou seja, o discurso singular e privado destes artistas (o som, a ecologia e a música), é uma função esquizóide, impõe o seu selo a toda a sintomatologia, exibe um código, privado e independente, de um só locutor, emerge da significação catártica da experiência eco-musical.

“A nave “Telectu” beijou languidamente a superfície do planeta Maus Hábitos.

O oiro do rio cravejava  em mil estrelas o firmamento da ramagem repleta de ecrãs vídeo; raios de vento solar agitavam os anéis refulgentes da água, argênteos cometas sopravam no veludo das folhas. Cada cintilação era relativa a um som específico no radar mental.

Muito longe, a neblina de Betelgeuse, quase silenciosa; além, Aldebaran, mais próxima e intensa, chispando clusters de sons; com um ruído fantástico, a fosforescente Alfa Centauri; deleitou-se com a energia sónica radioforme do frutedo de Cassiopeia; mini-relâmpagos alumiavam o líquido Orion num som estrídulo percussivo e contínuo.

Ouvia-se o chocalhar do rio na sua curva de Via Láctea, rasgando a vegetação atonal; a nebulosa magalhânica das copas entrava em amorce com a Lua de Magalhães; o micro-tonal duma super nova ofuscante; seguiu-se um vazio silêncio que cegava infra-sons acelerados… depois… misticamente… glissando e, súbita agitação das folhas musicais prenhes de seiva.

Ouviu-se uma gama entre sons infra e ultra, raios resplandecentes Pink Floyd. Impulsos sonoros informacionais variáveis , cordas sibilantes.

Na perspectiva textural, uma corola, Tau Ceti, roçava em elipses as pétalas de Andrómeda; pressentiu-se o explodir microacústico dum planetóide alojado numa semente;  a queda asa delta amarela dum meteoro vindo do topo da árvore dissonante que ao poisar no solo levantou poeira sideral de ruídos remisturados.

O concreto e o imaginário; mais longe até a vista ficar louca de som imenso: o Sol, que naquela manhã embebedava de radiações audioextravagantes… e nos confins da Galáxia, entre os sons da Natureza – uma melodia arcaica de uma guitarra e um sintetizador a esvairem-se…

“Música!”- o Humano não estava só no Universo…”

Reservas/ Bookings: (+351) 916876871

 

ATENÇÃO

Para acesso aos jantares com eventos culturais no Vícios à Mesa Secret Garden, é obrigatória a apresentação do Certificado Digital Covid.

O uso de máscara é obrigatório em todos os espaços fechados.

Data

15 Fev 2022
Expired!

Hora

22:30

Localização

Selina (Secret Garden Lisboa)
Beco Carrasco nº1, 1200-096 Lisboa, Portugal - Lisboa
Fevereiro 2022
Abril 2022
Maio 2022
Junho 2022
No event found!
Ver Mais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.