Avançar para o conteúdo
Quartetos de Mendelssohn Solistas da Metropolitana

Quartetos de Mendelssohn | Solistas da Metropolitana

Os quartetos de cordas de Felix Mendelssohn permitem-nos percorrer as diferentes fases da sua carreira. Em 1823, com apenas catorze anos de idade, ensaiou um primeiro exercício. Mas só em 1827 e em 1829 compôs aqueles que seriam primeiro publicados – e catalogados com número de ordem inverso. Assim, o Quarteto de Cordas N.º 1 que abre este programa é, na verdade, o terceiro. Distingue-se pelo registo afetuoso de três andamentos que desenlaçam, por fim, em fraseios e ritmos frenéticos. É de tal modo exímio o domínio técnico aí demonstrado que se reconhece ser uma das primeiras obras primas do compositor, em grande medida moldada nos derradeiros quartetos de Beethoven. Já em 1837 e 1838, Mendelssohn viria a compor outros três quartetos, os quais formam o Op. 44. Aqui, já se evidencia um estilo que lhe é singular. O experimentalismo e a técnica proporcionam encadeamentos dramáticos mais coerentes. Os instrumentos confrontam-se entre si numa fluidez musical irrepreensível. Em particular, o Quarteto de Cordas N.º 3 transparece bem a felicidade que marcou esse período da sua vida. Era então aclamado enquanto maestro à frente da Orquestra do Gewandhaus de Leipzig, a oratória Paulus conquistara grande sucesso e casara recentemente.

 

 

QUARTETOS DE MENDELSSOHN | Solistas da Metropolitana

F. Mendelssohn – Quarteto de Cordas N.º 1, Op. 12 F. Mendelssohn – Quarteto de Cordas N.º 3, Op. 44/1

 

Alexêi Tolpygo, violino Ágnes Sárosi violino, Joana Cipriano, viola Nuno Abreu, violoncelo

 

#EntradaLivre mediante reserva em http://www.ambitocultural.pt/

Quartetos de Mendelssohn | Solistas da Metropolitana

Data

19 Out 2023
Desde

Hora

19:00

Localização

El Corte Inglés Lisboa
Av. António Augusto de Aguiar 31, 1069-413 Lisboa
Categorias

Translate »