Avançar para o conteúdo
Música na Quinta 2023 Março

Música na Quinta 2023 | Março

MÚSICA NA QUINTA 2023 Todos os domingos e datas especiais às 16h00

Local: Quinta da Regaleira Acesso: Incluído no bilhete de visita à Quinta da Regaleira Esperamos por si!

[ MARÇO ]

5 MAR | Domingo 16h00 RECITAL “VIAGEM PELO BARROCO” Pela Escola de Música do Conservatório Nacional

Solistas: Catarina Azevedo Laura Cabral Caetana Caseirão Maria Leonel Lourenço Fialho Inês Paulino Madalena Eickhoff e Júlio Marques

Acompanhados pela cravista Flávia Almeida Castro Violoncelo, Flauta Transversal e Flauta de Bisel, Canto e Violino

Obras de Marcello, Detri, Telemann, Haendel e Johann Sebastian Bach.

12 MAR | Domingo 16h00 RECITAL DE VIOLONCELO Com Nika Vremsak, pela Lisbon Film Orchestra

J. S. Bach – Suíte nº 1 para Violoncelo Solo em Sol Maior, BWV 1007 – Suíte nº 2 para Violoncelo Solo em Ré menor, BWV 1008

“A verdadeira generosidade consiste em entregar-se completamente e, mesmo assim, sentir que não lhe custou nada” – Simone de Beauvoir

19 MAR | Domingo 16h00 Recital de Dia do Pai Pelo pianista Raúl Pinto

LIEDER OHNE WORTE / SONGS WITHOUT WORDS / CANÇÕES SEM PALAVRAS As “canções sem palavras” são peças breves, onde subtraímos as palavras às canções e restam os afetos. A ausência de algo nomeado intensifica a imaginação, como se lêssemos um poema de olhos vendados.

“As pessoas geralmente reclamam que a música é muito ambígua, que o que elas devem pensar quando a ouvem não é claro, enquanto que todos entendem as palavras. Mas para mim é o contrário. E não somente em relação a um discurso inteiro, mas também em palavras individuais. Elas também me parecem tão ambíguas, vagas, tão enganosas em comparação com uma música verdadeira, que enche a alma com mil coisas melhores que as palavras. Os pensamentos que me são expressos pela música que amo não são muito vagos para eu colocar em palavras, mas, ao contrário, são bem definidos.“ – MENDELSSOHN, 1865.

26 MAR | Domingo 16h00 A SERRA DE SINTRA Concerto de Apresentação da Edição em CD Pelo Sintra Estúdio Ópera

Quarteto de Cordas de Sintra: Nélson Nogueira, violino Félix Duarte, violino Eurico Cardoso, viola Abel Gomes, violoncelo

Músicos convidados: João Alves, contrabaixo Paulo Pacheco, piano

A Serra de Sintra é fonte de inspiração há séculos para as mais diversas criações artísticas e literárias. Na música, sobretudo no século XIX, vários foram os compositores que se inspiraram nas paisagens desta mística Serra, entre os quais Carlos Adolpho Sauvinet. Sauvinet descreve, na ode A Serra de Sintra, uma viagem que tem início no Palácio de Sintra, a subida ao Castelo dos Mouros e, por fim, a chegada ao Palácio da Pena. Outro grande compositor português que passou largas temporadas em Sintra foi Alfredo Keil, mais conhecido hoje por ser o autor de A Portuguesa, Hino Nacional. Keil foi um dos promotores do nacionalismo musical, patente em obras como a ópera A Serrana e num largo conjunto de outras peças de menor dimensão. Entre estas, a Suite d’Airs Portugais apresenta-nos um inspirado conjunto de temas da música popular portuguesa. Por outro lado, a breve polca Le Petit Oiseau remete-nos para a música de salão do norte da europa.

ALFREDO KEIL (1850-1907) Suite d’Airs Portugais I. Ronde Populaire II. Air de Fado III. Fandango

CARLOS ADOLPHO SAUVINET (1836-1905) A Serra de Sintra, ode sinfónica (1895) – versão para sexteto de 1904

I. A Sala dos Cisnes II. O Que Dizem os Ladrilhos III. A Ascensão da Serra IV. O Portal do Mouro V. A Ponte Levadiça VI. Glória às Quinas

ALFREDO KEIL (1850-1907) Le Petit Oiseau

Apoio: República Portuguesa – Cultura / Direção Geral das Artes

Mais informações em http://www.regaleira.pt/

Música na Quinta 2023 | Março

Data

19 - 26 Mar 2023
Desde

Hora

16:00

Localização

Quinta da Regaleira
Sintra

Deixe um comentário

Translate »