Avançar para o conteúdo

M#8 | “Sinto Muito”

RESIDÊNCIA#3
Em criação… | 12 a 15 set
Espetáculo | 16 set > 21h
𝐧𝐨 𝐀𝐌𝐀𝐒 – 𝐀𝐮𝐝𝐢𝐭ó𝐫𝐢𝐨 𝐌𝐮𝐧𝐢𝐜𝐢𝐩𝐚𝐥 𝐀𝐧𝐭ó𝐧𝐢𝐨 𝐒𝐢𝐥𝐯𝐚 [𝐀𝐠𝐮𝐚𝐥𝐯𝐚-𝐂𝐚𝐜é𝐦]

𝐒𝐈𝐍𝐓𝐎 𝐌𝐔𝐈𝐓𝐎[dança]
Joana Couto
M/6
45’ (aprox.)

[𝐬𝐢𝐧𝐨𝐩𝐬𝐞]
Sinto muito é uma exposição sentimental que toma a forma de um espetáculo onde é possível se expressar livremente e sem juízos pré-concebidos. Pretende-se questionar, quer como criador quer como espectador, qual a interferência das palavras tradição, pathos, beleza e conforto num processo de criação e no seu produto final. Quão desejáveis são, quão essenciais, quão imediatas no processo de comunicação, quão intencionais e procuradas pelo olho externo, quão suportadas por instituições, quão rapidamente categorizadas. Assim, apresenta-se num contraste maturado que se espera que induza o questionamento sobre a nossa perceção artística e quais os nossos limites para com a arte.

[𝐬𝐨𝐛𝐫𝐞 𝐉𝐨𝐚𝐧𝐚 𝐂𝐨𝐮𝐭𝐨]
Joana Couto começou o seu percurso na dança desde cedo, realizando 15 anos de ensino específico no Ginasiano Escola de Dança. Em 2018, continuou os seus estudos em dança e coreografia na ArtEZ University of Arts, na Holanda. Como intérprete, trabalha desde 2016 com a Kale Companhia de Dança, tendo ido a palco com peças de Hélder Seabra, Christine Hassid, Gilles Baron, La Tierce, Elisabeth Lambeck, Osa+Mujica e Aldara Bizarro. Em 2019 começa a trabalhar com a Companhia Instável, nas obras “Timber” de Roberto Olivan e “Lowlands” de Helder Seabra, que se encontram em circulação nacional no momento presente. Estreou-se como coreógrafa com a criação “I hope this was about food” (2018-21) que apresentou na Holanda e no Teatro Municipal do Porto – CA. Em 2021, também estreou a sua mais recente criação “Sinto Muito”, da qual resultou um arquivo em formato de livro que documenta o processo vivido pela equipa. Co-cria com Beatriz Sarmento a iniciativa multidisciplinar Festival Súbito que teve a sua edição zero em setembro de 2021. Como atividade satélite ao Festival, lança o programa de residências Órbita que conta já com 3 edições entre 2021 e 2022.

[𝐟𝐢𝐜𝐡𝐚 𝐭é𝐜𝐧𝐢𝐜𝐚 𝐞 𝐚𝐫𝐭í𝐬𝐭𝐢𝐜𝐚]
Direção Artística e Coreografia: Joana Couto | Dramaturgia: Leonardo Calvino | Cenografia e Figurinos: Beatriz Sarmento | Música Original: Rodrigo Ribeiro | Interpretação: Joana Couto |Participação: Gracinda Teixeira | Desenho de Luz: Joana Couto, Leonardo Calvino e Rodrigo Ribeiro | Produção: Beatriz Sarmento e Joana Couto |Técnicos de luz e som: Leonardo Calvino e Rodrigo Ribeiro | Assistência Técnica: Leonardo Calvino e Luís Augusto Claro | Captação de Imagem: Rodrigo Ribeiro |Edição Videográfica: Rodrigo Ribeiro e Beatriz Sarmento |Consultoria Artística: São Castro e António M. Cabrita | Documentação: Beatriz Sarmento | Design e Marketing: Rodrigo Ribeiro | Com o apoio da Secretaria de Estado da Cultura/ Direção Geral das Artes, Armazém 22, Ballet National de Marseille, CAMPUS – Paulo Cunha e Silva, Companhia Instável, Companhia Paulo Ribeiro, Derida Dance Center, Kale Companhia de Dança

𝐁𝐈𝐋𝐇𝐄𝐓𝐄𝐈𝐑𝐀 | 5€ (contributo mínimo); 7€ (contributo médio) e 10€ (contributo máximo); ​Aderentes CAES – Cartão das Artes e Espetáculos de Sintra, Aderentes Cartão ISIC e Aderentes Cartão Leitor Bertrand | 2 bilhetes pelo preço de 1 normal

𝐈𝐍𝐅𝐎 𝐄 𝐑𝐄𝐒𝐄𝐑𝐕𝐀𝐒 | 91 461 69 49 | geral@teatromosca.com

Data

16 Set 2022
Expired!

Hora

21:00 - 22:00

Localização

AMAS - Auditório Municipal António Silva
Shopping do Cacém, R. Coração de Maria nº1, 2735-470




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.