Avançar para o conteúdo
Carsten Höller MAAT

Carsten Höller – MAAT

Esta exposição monográfica – DIA de Carsten Höller – reúne uma vasta série de obras que produzem luz e escuridão. Esculturas com lâmpadas, projeções e elementos arquitetónicos, que abrangem um período que vai de 1987, altura em que Höller ainda trabalhava como cientista, até aos dias de hoje.

5 outubro 2021 a 28 fevereiro 2022
vários horários

Cerca de vinte peças, muitas delas especialmente recriadas para a exposição, distribuem-se por todo o edifício num percurso organizado que entra em diálogo com o carácter espacial único de curvaturas orgânicas, limites estreitos e volumes de dimensões e luminosidades diferentes. Despido de qualquer estrutura de suporte, sem recorrer a qualquer sistema de iluminação preexistente, o espaço é apenas iluminado pelas próprias obras conduzindo o público através de experiências multissensoriais de perceção alterada.

Estendendo-se do exterior para o interior, a exposição começa com Light Wall [Parede de Luz], uma obra erguida ao ar livre. Junto à entrada do museu, ela saúda tanto os visitantes como os transeuntes com uma série de lâmpadas que cintilam a uma frequência hipnotizante de 7,8 Hz. Já no interior, na grande galeria oval no centro do museu, Lisbon Dots [Pontos de Lisboa] – em estreia absoluta – é uma instalação interativa constituída por 20 projetores de luz que acompanham os movimentos dos visitantes e lhes permitem jogar um jogo entre eles. Em colaboração com a Acute Art, a inovadora produtora de obras de arte em realidade aumentada, virtual e mista, com direção e curadoria de Daniel Birnbaum, a exposição expande-se também para a dimensão digital, com uma app a estrear em Lisboa.

Também é apresentada a obra icónica Two Roaming Beds (2015), na qual os visitantes terão a oportunidade única de passar uma noite dentro do museu, onde tudo o que está exposto pode ser experimentado em privacidade. As camas mover-se-ão ao acaso e deixarão um rasto de deambulação noturna, sob a forma de uma linha colorida no chão, que se somará ao longo do tempo para criar um desenho gigantesco.

No âmbito da exposição, terá lugar o programa público Meditações a 7,8 Hz, com curadoria de Mariana Pestana, entre dezembro de 2021 e fevereiro de 2022.

Bilhetes 🎟 

Meditações a 7,8 Hz é um conjunto de performances e uma publicação em vinil que reúne contribuições de pensadores e compositores contemporâneos sob a forma de meditações, dando corpo a uma ressonância entre a Terra e o ser humano. 7,8 Hz é a frequência das ondas cerebrais humanas durante o estado de relaxamento do “sonhar acordado”. Lançada num tempo marcado por uma crise ambiental global e por um estado de isolamento social com profundas repercussões a nível psicológico, esta performance-publicação presenteia o público com uma sequência de composições terapêuticas textuais e sonoras, recordando-nos que a interdependência ecológica é radical e totalizadora.

Mais detalhes sobre este programa e informações sobre como participar nas meditações serão disponibilizadas em breve na secção In Time deste website e em maat ext. (extended).

A exposição inclui obras das coleções Thyssen-Bornemisza Art Contemporary, [mac] musée d’art contemporain Marseille, Christel Bonnier Collection, INELCOM, Gagosian, MASSIMODECARLO, Air de Paris e Galleria Continua.

Carsten Höller – MAAT

 

Carsten Höller, “Decimal Clock” (White and Pink), 2018. cortesia do artista e GALLERIA CONTINUA. Fotografia por: Jonathan Leijonhufvud.

Data

12 Dez 2021 - 28 Fev 2022
Expired!

Localização

MAAT Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia
AVENIDA BRASÍLIA, CENTRAL TEJO | LISBOA 1300-598 LISBOA




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *