Avançar para o conteúdo
A Balada de Amor e de Morte do Porta-Estandarte Christoph Rilke

A Balada de Amor e de Morte do Porta-Estandarte Christoph Rilke

Maria Duarte e João Rodrigues criam um espetáculo a partir da obra A Balada de Amor e de Morte do Porta-Estandarte Christoph Rilke, do autor austríaco Rainer Maria Rilke, escrito em prosa poética: “E um deles ergue-se e pasma com este esplendor. E o seu modo de ser fá-lo esperar, para ver se acorda. Pois só no sono se vê um tal esplendor e tais festas com tais mulheres: o seu mais ínfimo gesto é uma dobra, caindo em brocado. Constroem horas de conversas prateadas, e muitas vezes erguem assim as mãos -, e és forçado a crer que, num qualquer lugar que não alcanças, elas colhem delicadas rosas que tu não vês. E então pões-te a sonhar: ser enfeitado com elas e ser feliz de outra maneira e merecer uma coroa para a tua fronte, que está nua.”

FICHA ARTÍSTICA

ENCENAÇÃO E INTERPRETAÇÃO Maria Duarte
CONCEÇÃO PLÁSTICA João Rodrigues
TRADUÇÃO Bruno C. Duarte
AGRADECIMENTOS Ana Rita Osório, Carolina Duarte, Paulo Pranto, João Grosso, José Leite e Lúcia Pires

PREÇOS

 

SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL

Data

06 - 07 Nov 2021
Expired!

Hora

18:30
Teatro Municipal São Luiz

Localização

Teatro Municipal São Luiz
R. António Maria Cardoso 38, 1200-027 Lisboa
Website
https://cartazculturallisboa.pt/agenda-teatro-sao-luiz/




Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *