Avançar para o conteúdo
UM ELÉCTRICO CHAMADO DESEJO

UM ELÉCTRICO CHAMADO DESEJO

Tennessee Williams começou a escrever UM ELÉCTRICO CHAMADO DESEJO em Chapala, no México, muito longe da suite que habitou em Manhattan, após o sucesso de JARDIM ZOOLÓGICO DE CRISTAL. Nas suas palavras: longe das falsas solenidades e vanglórias que o sucesso impõe, num país onde vagabundos tão inocentes como crianças se enroscam no passeio para dormir. Termina a peça, uma das suas mais emblemáticas, em 1947, e situa-a num bairro pobre e libertino de Nova Orleães, palco de combate selvagem, sexual e impiedoso, entre Blanche Dubois e Stanley Kowalsky, no pós-guerra de uma América multicolor, industrial, sexista, viril, ao som de um perpétuo piano azul, com sombras de cinema, álcool, e velhas plantações de algodão em ruínas. Um espetáculo de Primeiros Sintomas com encenação de Bruno Bravo, cenografia de Stephane Alberto, música de Sérgio Delgado, desenho de luz de António Vilar. Com Sandra Faleiro, Joana Santos, Nuno Nunes e António Mortágua.

Bilhetes

UM ELÉCTRICO CHAMADO DESEJO

Data

12 Jul 2024

Hora

21:00

Localização

CAL - Centro de Artes de Lisboa
R. Santa Engrácia 12 A, 1170-333 Lisboa
Translate »